Mulher fará tratamento para produzir leite e amamentar bebês gerados pela esposa - Paraíba Feminina

Breaking

sexta-feira, 28 de junho de 2019

Mulher fará tratamento para produzir leite e amamentar bebês gerados pela esposa

Antonia Moura e Renata Camillo


A carioca Antonia Moura passará por técnica capaz de estimular produção de leite para ela alimentar os gêmeos que terá com a mulher, Renata Camillo.

Os gêmeos Catarina e Matias terão quatro peitos para se alimentar. Este é, ao menos, o plano das mães deles.

— A ideia veio toda dela — conta Renata Maciel Camilo, grávida de 5 meses, referindo-se à sua mulher, Antonia Moura. — Ela é que levou essa ideia à nossa obstetra, que aí então foi pesquisar a possibilidade.

E a possibilidade não poderia ser mais real. Já bem conhecido em países como Estados Unidos e Canadá, o procedimento para estimular a produção de leite em mulheres que não deram à luz é chamado de Protocolo Newman-Goldbarb, ou simplesmente lactação induzida (veja abaixo como funciona). É muito usado para mães adotivas.

No caso de Antonia, a decisão de passar pela técnica veio para que ela possa dividir com sua esposa o aleitamento dos filhos, um dos momentos mais especiais da maternidade, na visão dela.

Para isso, um mês antes do parto, ela iniciará o tratamento, visando que a produção de leite comece mais ou menos na época do nascimento das crianças. É a primeira vez que o protocolo será conduzido por profissionais da maternidade onde elas terão os bebês, a Perinatal de Laranjeiras, no Rio.

— Eu nunca fiz questão de engravidar, mas ter a experiência da amamentação, de poder alimentar meus filhos e ter esse momento com eles, é algo que eu queria muito. Por isso fui atrás e agora estou muito animada — diz Antonia.

do jornal O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário