Não seja obrigada! Conheça a história da princesa que fugiu para poder se divorciar - Paraíba Feminina

Breaking

terça-feira, 2 de julho de 2019

Não seja obrigada! Conheça a história da princesa que fugiu para poder se divorciar



A princesa Haya Bint al-Hussein, a última das seis mulheres do xeque Mohammed bin Rashid al-Maktoum, o emir do Dubai, está escondida em Londres após fugir com os dois filhos, Jalila, de 11 anos, e Zayed, de 7.

Segundo a imprensa britânica, Haya, de 45 anos, pediu asilo na Alemanha depois que decidiu se divorciar. Atualmente, ela estaria vivendo em Londres.

A princesa se casou em 2004 com o xeque al-Maktoum, que além de emir de Dubai é primeiro-ministro e vice-presidente dos Emirados Árabes Unidos (EAU).

De acordo com a imprensa britânica, Haya teria fugido com 35 milhões de euros para refazer a vida. Após receber asilo na Alemanha, ela teria viajado ao Reino Unido com o auxílio de um diplomata britânico.

A fortuna do xeque Maktoum está avaliada atualmente em 4 bilhões de euros. Ele tem seis esposas e por volta de 23 filhos.

Segundo o jornal britânico The Guardian, o governo dos Emirados vem pressionando o Reino Unido por meio de canais extraoficiais há algumas semanas para conseguir a extradição de Haya. Diante da negativa de Londres em atender aos pedidos, o reino estaria se preparando para iniciar uma batalha judicial na Suprema Corte.

A embaixada dos EAU em Londres nega que Haya esteja no Reino Unido. Ela foi vista em público pela última vez em 20 de maio. Na semana passada ela não acompanhou o marido no Royal Ascot, uma tradicional competição de hipismo que acontece anualmente no Reino Unido.

A princesa pratica hipismo e competiu nas Olimpíadas de Sydney de 2000 pela equipe da Jordânia. Ela e o xeque frequentemente são convidados para eventos do esporte.

Em dezembro do ano passado, uma das filhas de Maktoum também tentou fugir do pai, e do país. Latifa tentou fugir da enorme repressão social e familiar, mas foi capturada.

Latifa Maktoum

O mesmo aconteceu com outra irmã, Samsha, em 2000, que também foi recapturada e levada de volta pra seu país de origem.

Samsha Maktoum

Três princesas, da mesma família milionária, que tentaram fugir de um dos países mais repressores do mundo.

Com informações da Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário