Estela destaca atividades do 8 de março e quer implantação de Delegacia da Mulher no Brejo - Paraíba Feminina

Breaking

terça-feira, 10 de março de 2020

Estela destaca atividades do 8 de março e quer implantação de Delegacia da Mulher no Brejo




Durante o pronunciamento na sessão ordinária desta terça-feira (10), a deputada estadual Estela Bezerra destacou as ações do mês de março, alusivo ao mês da mulher. Estela também divulgou os dados sobre feminicídios e estupros, que apresentaram um aumento no número de casos. Estela afirmou ainda que irá apresentar um requerimento para a construção de uma unidade da Delegacia da Mulher na região do brejo.

“No último domingo (8), foi realizado um festival político e cultural que celebrou a história de resistência das mulheres. Mais da metade da população do país é formada por mulheres, e não é possível avançar nos modelos civilizatórios, em qualidade de vida e em garantir a democracia, sem a igualdade das mulheres na economia, na cultura o nos espaços de decisão”, afirmou a parlamentar.
Durante sua fala, Estela apresentou fotografias feitas no ato alusivo ao 8 de Março, que aconteceu no Busto de Tamandaré, em João Pessoa, além de gráficos e números relativos ao feminicídio e estupro na Paraíba.

A Paraíba registrou um crescimento de 11,76% no número de casos de feminicídio em 2019, segundo dados do Anuário da Segurança Pública da Paraíba Exercício 2019. O aumento do número passou de 34 em 2018 para 38 em 2019. Em 2019, 2.330 mulheres foram atendidas na rede saúde pública vítimas de violência doméstica. Um aumento de 24,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

 “Vivemos num momento de grande ameaça porque temos na Presidência da República que, na sua maneira de tratar as mulheres, demonstra o grande desrespeito com esse gênero.

A deputada finalizou chamando os presentes para uma reflexão sobre o discurso político atual. “Cada um tem direito de defender sua visão de mundo, mas é necessário ter atenção ao que é o papel de cada instituição. Hoje temos um presidente que chama o povo a ocupar as ruas para atacar outros dois poderes que são o equilíbrio da democracia e do estado de direito: O STF e o Parlamento”


Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário