Estela debate inclusão digital durante live: “a tecnologia pode estar ao nosso favor” - Paraíba Feminina

Breaking

terça-feira, 5 de maio de 2020

Estela debate inclusão digital durante live: “a tecnologia pode estar ao nosso favor”



Inclusão digital, adiamento do Enem, educação à distância. Essas foram as principais pautas discutidas durante a Live realizada pela deputada estadual Estela Bezerra, que aconteceu no final da tarde desta segunda-feira (4) e que discutiu os desafios com a pandemia do novo coronavírus.
A Live contou ainda com as participações de Élida Elena, vice-presidenta da União Nacional dos Estudantes; e Pedro Gorki, o presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas.

Enquanto presidente da Comissão Parlamentar de Educação, Cultura e Desportos, a deputada Estela aponta a necessidade de debater a atual situação da educação dentro do contexto de uma pandemia. “A educação é uma das principais políticas públicas dentro da ideia de sociedade desenvolvida, e nós vivemos agora grandes desafios, onde a tecnologia pode estar ao nosso favor, e precisamos enxerga-la como um instrumento de inclusão”.

Uma das preocupações debatidas na Live diz respeito à inclusão digital, uma vez que a grande maioria dos estudantes paraibanos, e brasileiros, não têm acesso aos meios tecnológicos mínimos para aulas remotas.

Para Pedro Gorki, é preciso enxergar o país como heterogêneo e desigual e nesse sentido, o maior desafio é garantir a equidade. “É preciso que o governo brasileiro olhe pelos mais vulneráveis, onde mais 50% da periferia e da zona rural não têm acessos à computadores e à internet de qualidade e que não terão condições de se preparar adequadamente para o Enem, portanto, o adiamento do Exame precisa ser repensado com urgência”, afirmou.

Élida Elena, vice presidenta da UNE, a situação que o Brasil atravessa hoje agravou a crise social, política e econômica que já existia. “Existe um projeto em curso de destruição da educação pública, com cortes nas bolsas de pesquisas e sucateamento das instituições. Esse processo de pandemia nos coloca em novos desafios concretos: continuidade da assistência estudantil nas universidades públicas; dificuldade de implementar a educação remota, uma vez que 30% desses estudantes não tem acesso à internet e equipamentos de qualidade”, disse Élida.

Para Estela, duas questões principais se sobrepõe: aproveitar a crise para fazer a inclusão digital no país, e aprofundar a educação como instrumento de cidadania.

Para assistir a Live na íntegra, acesse o link: Instagram:@EstelaBezerraOficial

da assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário