Conheça o projeto de senadora paraibana que pede adiamento do Enem e que será votado hoje - Paraíba Feminina

Breaking

terça-feira, 19 de maio de 2020

Conheça o projeto de senadora paraibana que pede adiamento do Enem e que será votado hoje




Entra em pauta nesta terça-feira (19) o PL 1277/2020, que pede o adiamento do Enem, de autoria da senadora Daniella Ribeiro (Progressistas). O relator da matéria será o senador Izalci Lucas.

O projeto adia o Exame Nacional do Ensino Médio, em razão do prejuízo causado pela pandemia do coronavírus que suspendeu as aulas no Brasil. Dois motivos são destacados: a falta das aulas presenciais e a dificuldade de acesso à internet por parte considerável dos estudantes brasileiros.

A proposta de adiamento do Enem foi apresentada por Daniella ainda no início de abril, quando a pandemia fazia suas primeiras vítimas fatais no Brasil. À essa altura, as escolas já haviam suspendido as aulas presenciais e falava-se no retorno com aulas virtuais.

Especificamente sobre os alunos que vão fazer o Enem, a senadora externou preocupação com a diferença de competitividade, agravada pelas consequências da pandemia: “O Enem não pode aprofundar ainda mais uma desigualdade social que já é tão evidente no nosso país. A realidade que temos é que muitos estudantes não têm acesso à internet, e muitos até têm, mas não de forma satisfatória que não cause prejuízo na assimilação do conteúdo”.

A senadora também alertou para o “abismo social” que pode ser aprofundado. “A pandemia suspendeu as aulas em um momento crucial para milhares de estudantes brasileiros que tentam, de alguma forma, compensar a ausência da sala de aula. Para os que estudam em escolas privadas que oferecem boa estrutura de aulas virtuais, temos uma realidade. Para alunos de escolas públicas que sequer têm computador em casa, é outra. Há um abismo social, por isso pedimos o adiamento do Enem como forma de não causar ainda mais prejuízo e desigualdade”, frisou.

O PL 1277/2020 está na pauta da sessão do Senado Federal prevista para iniciar às 16h. É possível acompanhar pelo site: https://www12.senado.leg.br/hpsenado. A decisão de incluir a matéria em votação foi tomada em reunião de líderes realizada nesta segunda-feira (18), dada a urgência e relevância do tema.

da assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário